Uma surpreendente verdade que nunca contaram sobre planejar produção em seu ERP

ERPs tradicionais e suas soluções de planejamento de produção são super úteis em Indústrias de “montagem”.  Afinal de contas, apesar de desafiador, construir um produto ainda é bem mais simples do que o processo pelo qual algumas Indústrias baseadas em matéria prima agrícola passam – um processo de “desmontagem”. 

Isso ocorre porque ao processar insumos variáveis como leite, carne, eucalipto, uvas, grãos ou peixes, essas Indústrias precisam “quebrar” estas matérias-primas originais e encaixar estas “quebras”, com o menor desperdício possível, em produtos acabados, como queijo e soro de leite, vinho, cortes padronizados de carne como picanhas ou hambúrgueres.

O desafio de produzir “desmontando”

Os desafios frequentes encontrados ao planejar estas cadeias decorrem, principalmente, da existência de várias maneiras diferentes para se fabricar o mesmo produto.

Desta forma, as decisões tomadas na originação dos suprimentos, assim como a escolha do produto primário a ser produzido, influenciam completamente todas as opções de variação e produtos secundários que podem ser produzidos depois.

Isto também significa que a rentabilidade geral acaba sendo a conjunção do resultado de todos os produtos resultantes da sua decisão original, tanto dos produtos de alto valor agregado, que sempre recebem mais atenção, quanto de seus derivados.

Como cada decisão de produção afetará todos os seus componentes posteriores, entender esta dinâmica é essencial neste tipo de Cadeia.

Problema Comum

Suportar este tipo de processo casando Demandas variáveis por produtos e subprodutos compulsórios, com Ofertas variáveis de materia prima tanto em quantidade disponível quanto em qualidade ao longo do ano, e mais as restrições internas de produção, estocagem e distribuição, sem o contar com uma ferramenta de otimização robusta, que fuja dos riscos do Excel, é um grande obstáculo à rentabilidade destes negócios

E o problema é que as equipes de vendas das empresas de ERP irão prometer o mundo aos seus clientes e dizer que podem resolver este problema… mesmo quando, na realidade, não podem.

Temos um cliente na indústria da carne que vem “implementando” um conhecido sistema ERP há seis anos e até agora ainda não chegou no que lhe foi prometido na época da contratação.

Na verdade, são muitos os casos de clientes que nos procuram após um ano e meio (ou mais!) tentando implementar um ERP caro , pois chegaram à difícil conclusão de que seu ERP nunca fará o que lhes foi prometido, a menos que eles o ampliem com uma solução de otimização como as que possuímos, voltadas a estes modelos de negócios mais variáveis e instáveis.

Uma possível solução

Mas como estes clientes podem amenizar frustrações e a solucionar os problemas enfrentados com seus ERPs? 

É provável que possamos ajudar!

Em uma definição simplificada, não somos nada mais do que um time de ex-executivos que operavam o dia a dia de cadeias de suprimento complexas que,  juntamente com Phds em Ciência de Dados e Engenharia de Software, desenvolveu uma plataforma voltada à resolver problemas difíceis para clientes com cadeias de suprimentos complexas. 

Sendo assim, temos uma maior facilidade em entender suas necessidades (pois já vivemos o seu dia-a-dia no passado), de uma maneira que os ERPs tradicionais não conseguem entender.

Nós fornecemos aos clientes a capacidade de lidar com Listas de Materiais  com variação temporal, por exemplo, que variam de acordo com as mudanças na composição e qualidade da matéria-prima recebida ao longo do ano.

Isto significa que podemos trabalhar com várias alternativas de listas de materiais brutos (BOMs), para fabricar o mesmo produto final. 

Por exemplo, a composição do leite muda ao longo do ano, o que gera a necessidade de adaptação na forma de como o queijo deve ser fabricado. 

E nossa plataforma “entende” isso.

Além disso, nosso produto pode lidar com restrições sazonais de produção, ou com necessidades específicas de transportar vários níveis de estoque de segurança ao longo do ano. 

Também o ajudamos a ver sua lucratividade em uma base “por animal”, por “balde de leite”, ou qualquer outra medida que lhe seja padrão, utilizando o fluxo de retorno na totalidade ao invés de olhar apenas o custeio de produtos específicos e individuais. 

Estas são apenas algumas das maneiras pelas quais conseguimos nos adaptar melhor às suas necessidades e facilitar o dia-a-dia de seu ERP.

Entendemos suas necessidades porque um dia já também passamos por suas frustrações!

 

Post traduzido em Mar/2020. Texto Original aqui

 

Quer conhecer um pouco mais sobre como utilizamos estes conceitos para encontrar oportunidades de margem em seu negócio? Clique aqui

Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket
Share on facebook
Facebook
Destaque

Posts Relacionados